Desfile comemorativo do 25 de Abril em Lisboa

Caros amigos e associados,A Associação Movimento Cívico Não Apaguem a Memória, NAM, faz parte da COMISSÃO PROMOTORA DAS COMEMORAÇÕES POPULARES DO 25 DE ABRIL (2021).

No decurso de reuniões efectuadas na Associação 25 de Abril foi aprovado o Apelo e este Cartaz.

Cartaz aprovado.

O NAM participa no desfile da Avenida da Liberdade em Lisboa com a faixa cuja imagem segue em anexo.
O NAM convida todos os seus amigos e associados a participarem em qualquer uma das manifestações comemorativas do 25 de Abril que se realizam em diferentes pontos do país.
25 de Abril Sempre!
Fascismo Nunca Mais!

Fernando Mariano Cardeira
Presidente da Direcção do NAM

Faixa aprovada.
Continue reading

Assassinato de Humberto Delgado, o General sem Medo 55 Anos depois

Na próxima 5ª feira, dia 13 de Fevereiro, decorre o 55º aniversário do assassinato de Humberto Delgado pela PIDE. Atraído a uma cilada em Badajoz, julgando ir ao encontro de militares dispostos a preparar uma revolta contra o regime de Salazar, o General Delgado foi assassinado por sucessivas contusões cranianas. A sua secretária brasileira e companheira no exílio, Arajaryr Campos, terá sido estrangulada ou esventrada, também por Casimiro Monteiro. Os demais elementos da brigada da PIDE chefiada por Rosa Casaco, bem como a hierarquia superior da PIDE (Silva Pais, Barbieri Cardoso e Álvaro Pereira de Carvalho) foram ilibados no processo que decorreu no Tribunal de Santa Clara após o “25 de Abril”, o qual ficou conhecido como “A Segunda Morte do General Delgado”.

O Movimento cívico “Não Apaguem a Memória”-NAM promove uma cerimónia evocativa, no Panteão Nacional (dia 13 de Fevereiro às 15h00), com a presença do Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues. Maria do Céu Guerra recitará poesia de O’Neill e João d’Ávila proferirá palavras de Humberto Delgado, entre as quais o célebre “Obviamente demito-o”. 

O filme de Bruno de Almeida, Operação Outono, será projectado no Auditório do “Liceu Camões” às 18h00, com entrada livre. Baseado no livro Humberto Delgado. Biografia do General sem Medo (2008, A Esfera dos Livros), de Frederico Delgado Rosa, neto do General, o filme aborda a distorção da verdade material do crime durante o processo do Tribunal de Santa Clara, cujo colectivo de juízes afirmou que Humberto Delgado foi morto a tiro por iniciativa de Casimiro Monteiro à revelia dos seus superiores. 

Em 2020, passam 30 anos sobre a trasladação dos restos mortais de Humberto Delgado para o Panteão Nacional, ocorrida a 5 de Outubro de 1990.

Homenagem a Humberto Delgado

Humberto Delgado plaque at Santa Apolonia train station in Lisbon. (wikipedia)


O Movimento Cívico “Não Apaguem a Memória” – NAM presta homenagem a Humberto Delgado, o General sem Medo, no 55º aniversário do seu assassinato pela PIDE, com uma romagem ao Panteão Nacional, em Lisboa, no dia 13 de Fevereiro, de 2020, pelas 15h.

Às 18h00, será projectado o filme Operação Outono, de Bruno de Almeida, no Liceu Camões, com entrada livre.

Lisboa, 2 de Fevereiro de 2020

O presidente da Direcção do NAM
Fernando Mariano Cardeira

A Direcção do NÃO APAGUEM A MEMÓRIA (NAM) convida para uma sessão de homenagem ao General Humberto Delgado, no Panteão Nacional, no 55.º aniversário do seu assassinato pela PIDE, dia 13 de Fevereiro, 15H00.

Programa:

1. Intervenção da Directora do Panteão Nacional
2. Poema de Alexandre O’Neill – por Maria do Céu Guerra
3. Frases de Humberto Delgado – por João d’Ávila
4. Intervenção do Presidente da Direcção do NAM – Não Apaguem a Memória
5. Intervenção do Coronel Manuel Pedroso Marques
6. Poema de Manuel Alegre – por André Fausto
7. Quarteto de cordas da Academia Musical dos Amigos das Crianças
8. Intervenção de Iva Delgado
9. Intervenção de Sua. Exa. o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues
10. Deposição de flores no mausoléu de Humberto Delgado

Segue-se, pelas 18:00, a projecção do filme de Bruno Almeida, Operação Outono (auditório da ES Camões, Rua Almirante Barroso).

Cartaz para divulgação.

Novos Órgãos Sociais do NAM

No passado dia 11 de Janeiro de 2020 foram eleitos os novos órgãos sociais do NAM para o biénio 2020-2022.

Como presidente da Direcção eleita quero agradecer a todos os que têm vindo a apoiar desde 2005 o NAM. Queremos continuar a contar com o vosso apoio.

Nesta página podem ainda consultar os recém eleitos Órgãos Sociais bem como o Programa e claro os Estatutos do próprio NAM, bem como os nossos contactos e morada actualizados. E podem como sempre inscrever-se via Internet no NAM.

O Presidente do NAM
Fernando Mariano Cardeira

Assembleia Geral Eleitoral do NAM em 2020-01-11

Assembleia Geral Eleitoral do NAM em 2020-01-11
nas instalações do GILCO, Rua da Arrábida 106, em Lisboa

________

A votação presencial decorre entre as 15h e as 18h 30m mediante depósito em urna de boletim de voto disponível no local. A votação por correspondência pode ser feita pelos CTT como indicado no site em Regulamento Geral ou em alternativa, indicação de voto favorável ou de abstenção, por email, indicando o respectivo nº do BI ou do Cartão de Cidadão, para o presidente e a vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral do NAM moc.liamgnull@osicran.iar e moc.liamgnull@otapanel

A única lista candidata aos órgãos sociais do NAM é a seguinte:

Direcção

Presidente: Fernando Mariano Cardeira
Vice-Presid: Natércio Afonso  
Secretária: Cláudia Martins  
Tesoureiro: Luís Queirós
Vogal: António Rosado da Luz
Vogal: Helena Cabeçadas  
Vogal: Maria Anália Gomes
1.ª Suplente: Lúcia Esaguy A. Simões
2.º Suplente: Raimundo Narciso

Mesa da AG

Presidente: Ana Benavente
Vice-Presid. Maria Helena Pato
Secretário: José Zaluar

Conselho Fiscal

Presidente: Artur Pinto
Vice-Presid. António Crisóstomo 
Secretário: Inácio Videira

Subscritores da lista única candidata aos Corpos Sociais do NAM em 2020-01-11 que tem como candidato a presidente da direcção Fernando Cardeira

Alberto Melo
Américo Madeira Bárbara
Ana Aranha
Ana Cristina Martins
Ana Isabel Pena
Ana Rosenheim Prieto
Aniceto Afonso
António Borges Coelho
António Costa Santos
António Mota Redol
Arnaldo Cunha e Silva
Carlos Fragateiro
Carlos Matos Gomes
Eugénia Vasques
Eurico José Marques dos Reis
Fernando F. Esteves Vicente
Filipe Rosas
Francisco Fanhais
Frederico Delgado Rosa
Hélder Mateus da Costa
Henrique Levy
Isabel do Carmo
Iva Delgado
Jaime Teixeira Mendes
João Caraça
João Esteves
João Freitas Branco
João Luiz Madeira Lopes
João Luiz Sousa
Jorge Araújo
José Manuel da Silva Dias
José Manuel Lopes Cordeiro
José Manuel Picão de Abreu
José Manuel Pureza
José Moças
Leonor Narciso
Letícia Cabeçadas do Carmo
Lucília Salgado
Luís Cília
Manuel Lucas Estêvão
Maria Emília Brederode Santos
Maria Eugénia Malheiros
Maria João Alexandre Pinto
Maria Helena Carneiro
Manuel Luís Macaísta Malheiros
Manuel Pedroso Marques
Maria Machado Castelhano Pulquério
Maria Tereza Bento G Santos
Mariana Marques Pinto Carneiro
Mário de Carvalho
Mário Lino
Miguel Cardina
Miriam Zaluar
Noémia da Costa Simões de Ariztía
Paulo Almeida
Pedro Penteado
Ramiro Soares Rodrigues
Raquel Cardeira Varela
Rogério Moreira
Sara Barros Queiroz Amâncio
Sérgio Palma Brito
Teresa Maria de Freitas M. Spranger
Teresa Perdigão
Teresa Tito de Morais
Vasco Lourenço
Vasco Martins
Vera Adão e Silva
Viriato Teles