Edmundo Pedro (1918-2018)

Morreu Edmundo Pedro antifascista e tarrafalista. O Movimento ‘Não Apaguem a Memória’ (NAM) apresenta as mais sentidas condolências à família.

Edmundo Pedro foi um dos fundadores do NAM e ativista do nosso Movimento desde 2005.

Edmundo Pedro foi um dos cidadãos que mais sofreram a repressão fascista. Filho de Gabriel Pedro, também um histórico da resistência antifascista em Portugal. Preso, foi enviado para o Tarrafal onde sofreu dez anos de prisão.

Edmundo Pedro manteve-se sempre ativo no campo da cidadania, incentivando e colaborando em iniciativas em prol da memória da Resistência e da repressão fascista, no tempo do Estado Novo.

Das suas ações em prol do Memória da Ditadura e pela homenagem aos que sofreram as perseguições e prisões do regime salazarista destacamos a sua participação na Manifestação de 5/Out/2005, junto da antiga sede da PIDE; no colóquio sobre o Campo de Concentração do Tarrafal, em 29 de Out de 2009, na Assembleia da República, com a participação do seu presidente, Jaime Gama e o ministro da Justiça Alberto Costa.

Fez parte de todas as iniciativas que conduziram à criação do Museu do Aljube. Esteve presente na inauguração do Museu do Aljube apesar da sua avançada idade. Como o recordamos nesse dia!

Participou ainda   no simpósio Internacional sobre o Tarrafal, de 28/4 a 1/5 de 2009, no Tarrafal, no local do antigo campo de concentração, que teve o patrocínio do presidente da República de Cabo Verde e a participação de Mário Soares e do próprio Edmundo.

Saudades Edmundo Pedro!

Movimento Não Apaguem a Memória

A Direção

Maria Gabriela Vieira da Silva

0 Responses to “Edmundo Pedro (1918-2018)”


Comments are currently closed.



Associação Movimento Cívico Não Apaguem a Memória! | Rua do Sol ao Rato, 37, 3 D | 1250-261 Lisboa |